Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 03 de março de 2017. Atualizado às 12h10.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

energia

03/03/2017 - 12h01min. Alterada em 03/03 às 12h17min

Consumo de energia elétrica cresce 2,8% em janeiro

ENERGIA ELÉTRICA, TORRE DE TRANSMISSÃO DE ENERGIA NA TABAÍ CANOAS.

ENERGIA ELÉTRICA, TORRE DE TRANSMISSÃO DE ENERGIA NA TABAÍ CANOAS.


JOÃO MATTOS/ARQUIVO/JC
Agência Brasil
O consumo de eletricidade no país cresceu 2,8% em janeiro deste ano, na comparação com o mesmo período do ano passado, e atingiu 1.084 gigawatts/hora (GWh). Segundo dados divulgados nesta sexta-feira (3) pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE), do Ministério de Minas e Energia, o crescimento foi observado nos quatro grande setores consumidores e nas cinco regiões do país.
O maior crescimento foi registrado no setor industrial (4,4%), influenciado principalmente pelos consumos dos segmentos têxtil, automotivo, de borracha e plástico, metalúrgico e de papel e celulose.
O consumo residencial, por sua vez, avançou 1,2%, enquanto o segmento comercial e serviços teve uma alta de apenas 0,3%. O segmento Outros, que inclui a agropecuária, teve aumento de 0,6%.
Entre as regiões do país, o maior aumento no consumo de eletricidade foi observado no Sul (5,5%) e no Sudeste (2,6%). As demais regiões tiveram as seguintes taxas de crescimento: Centro-Oeste (1,9%), Nordeste (1,8%) e Norte (1,7%).
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia