Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 03 de março de 2017. Atualizado às 10h17.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 03/03 às 10h18min

Após abertura mista, dólar cai com realização antes de Yellen

O dólar começou a sessão desta sexta-feira (3) sem direção única frente o real, em queda no mercado futuro e leve alta nos negócios à vista, refletindo ajustes ao fechamento anterior. Logo depois, no entanto, um movimento de realização de lucros se sobrepôs ao fortalecimento externo e o dólar à vista também passou a recuar.
Às 9h35min, o dólar à vista renovou mínima, aos R$ 3,1393 (-0,26%). O dólar para abril recuava 0,58%, aos R$ 3,1650.
"Com o aumento ontem para 80% das apostas na alta de juros dos Fed Funds no próximo dia 15 de março, o mercado local já pode ter precificado ontem uma parte dessa expectativa, por isso, haveria espaço neste começo de sessão para um movimento de apuração de ganho, com recuo frente o real", disse o gerente de mesa de derivativos de uma corretora.
Por isso, segundo a fonte, apesar do fortalecimento externo do dólar pela manhã em meio à cautela que antecede o discurso da presidente do Fed (o banco central norte-americano), Janet Yellen (15 horas, de Brasília), o dólar seguiu renovando mínimas no mercado doméstico.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia