Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 01 de março de 2017. Atualizado às 12h42.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Previdência

01/03/2017 - 12h47min. Alterada em 01/03 às 12h48min

Governo cria grupo interministerial para estudar aposentadorias e pensões de militares

Grupo indicará práticas para mensurar as despesas futuras com militares inativos e pensões

Grupo indicará práticas para mensurar as despesas futuras com militares inativos e pensões


EVARISTO SA / AFP/JC
O governo federal criou um grupo de trabalho interministerial que irá avaliar as melhores práticas de "evidenciação, reconhecimento e mensuração contábil do passivo referente às despesas futuras com militares inativos e com pensões militares".
A criação do grupo está publicada no Diário Oficial da União (DOU) em portaria conjunta da Casa Civil e dos ministérios da Fazenda, Planejamento e Defesa. O trabalho do grupo, segundo a portaria, deverá observar "marcos normativos pertinentes, objetivando ao atendimento de duas recomendações do Tribunal de Contas da União exarada no Acórdão nº 2.523/2016-TCU-Plenário".
A coordenação dos trabalhos ficará a cargo da Casa Civil, e o relatório final com a conclusão dos estudos deverá ser submetido à apreciação e deliberação dos secretários executivos das respectivas pastas no prazo de 120 dias.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia