Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 29 de março de 2017. Atualizado às 10h10.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Affonso Ritter

Observador

Notícia da edição impressa de 29/03/2017. Alterada em 29/03 às 01h20min

RS: voltar a ser o que era

O Rio Grande do Sul precisa voltar a ser o que era. E, para isso, precisamos nos unir com este objetivo, foi a conclamação do presidente do Tecon Rio Grande, o gaúcho Paulo Bertinetti, no talk show, promovido pela Câmara Brasil-Alemanha do RS, na abertura de suas reuniões-almoço ontem no hotel Plaza São Rafael. E que de alguma forma expressou o ponto de vista dos demais participantes. Na mesma linha, a presidente do Badesul, Suzana Kakuta, afirmou que o Rio Grande do Sul tem uma das melhores condições de começar a sair da crise, com uma economia diversificada e extremamente exportadora e uma rede de parques tecnológicos, "Mas precisa dar maior atenção à educação, que tem de voltar a ter a qualidade que já teve", alertou.
Fraport no aeroporto
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
jorge martinez 29/03/2017 08h19min
enquanto o rs for dividido em norte e sul nao vamos sair do mesmo , pois todos os projetos que tentam vir para a metade sul do estado encontram uma barreira impossivel de passar enquanto que na metade norte so acha facilidades como ex: a usina a gaz e o terminal , a fabrica de containers que cada um de uma maneira foram barrados pela demora nas licenças , outro ex : abra da yara o quanto demorou para sair era anunciada e nada de começar .
Francisco Berta Canibal 29/03/2017 06h43min
Ufanismos, ufanismos e ufanismo, e o trabalho em segundo plano, é a contaminação pelo discurso petista,,,,,,,,,RS está eé pestiado.......