Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 08 de fevereiro de 2017. Atualizado às 21h43.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Supremo Tribunal Federal

Notícia da edição impressa de 09/02/2017. Alterada em 08/02 às 22h43min

STF adia julgamento de recursos de Lula e de Cunha

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu ontem adiar o julgamento do recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para anular provas obtidas na Operação Lava Jato e de um pedido de liberdade para o ex-deputado federal Eduardo Cunha (PMDB), preso desde outubro de 2016 por determinação do juiz Sérgio Moro. A nova data não foi definida. 
O adiamento foi devido ao prolongamento de um julgamento sobre a responsabilidade dos órgãos públicos no pagamento de verbas trabalhistas de empresas terceirizadas. Outro motivo foi a ausência da presidente, Cármen Lúcia, que viajou por assuntos pessoais.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia