Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 06 de fevereiro de 2017. Atualizado às 21h38.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

crise financeira

Notícia da edição impressa de 07/02/2017. Alterada em 06/02 às 22h37min

Negada intervenção federal no Estado pedida por sindicato

Por unanimidade, os desembargadores do Órgão Especial do Tribunal de Justiça (TJ) do Estado negaram pedido do Sindicato dos Técnicos Científicos do Rio Grande do Sul (Sintergs) de intervenção federal no Estado. O julgamento ocorreu ontem durante a primeira sessão do Órgão Especial de 2017.
A entidade afirma que, apesar das decisões judiciais já proferidas, proibindo o parcelamento dos salários dos servidores, o governo do Estado continua a não pagar integralmente. Assim, o Sintergs ingressou com pedido a intervenção federal, com o encaminhamento ao Supremo Tribunal Federal (STF), a fim de dar efetividade à decisão que determinou o pagamento dos salários dos servidores filiados à entidade, em parcela única.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia