Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 02 de fevereiro de 2017. Atualizado às 22h52.

Jornal do Comércio

Opinião

CORRIGIR

ARTIGO

Notícia da edição impressa de 03/02/2017. Alterada em 02/02 às 23h50min

É hora de renovar o Brasil

Rodrigo Massulo
A renovação política, tão abordada nos discursos da última campanha eleitoral, veio para ficar. Ela será a responsável pela mudança gradativa que ocorrerá na política brasileira, tendo em vista que não há como mudar a política se não mudarem as figuras que ocupam os mais altos cargos eletivos da nação. Novas soluções não nascem se novos líderes não nascerem.
Por aqui, o cenário começou a mudar a partir de junho de 2013, quando muita gente, sem qualquer ligação partidária, tomou as ruas em protestos que explodiram nos anos subsequentes. Estava, naquele momento, traçado o futuro do País: a sociedade civil, em especial a juventude, cansou do que até ali presenciou e decidiu fazer a sua parte.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia