Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 18 de fevereiro de 2017. Atualizado às 16h30.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

venezuela

Alterada em 18/02 às 17h33min

Manifestantes pedem soltura do opositor do governo Leopoldo Lopez

Com cartazes, grupo bloqueou o tráfego na principal rodovia de Caracas

Com cartazes, grupo bloqueou o tráfego na principal rodovia de Caracas


JUAN BARRETO/AFP/JC
Centenas de venezuelanos foram às ruas neste sábado (18), em Caracas, para protestar contra a prisão do opositor do governo, Leopoldo Lopez. O movimento tem ganhado força após o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se encontrar com a esposa do ativista e se manifestar publicamente a favor da liberação de Lopez.
Um grupo de manifestantes levantou cartazes com frases como "Chega de ditadura" e bloqueou o tráfego na principal rodovia de Caracas. Lopez está preso desde 2014. Além de Trump, o ex-presidente Barack Obama chegou a pedir a liberdade de Lopez, que foi condenado a mais de 14 anos de prisão em julgamento por supostamente usar de violência durante atos contra o governo. Mais de 100 ativistas estão presos na Venezuela, segundo organizações de militantes no país.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia