Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 06 de fevereiro de 2017. Atualizado às 14h56.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

conjuntura internacional

Alterada em 06/02 às 15h59min

Alemanha vai buscar posições conjuntas com EUA "onde for possível"

A Alemanha vai buscar um terreno comum com o presidente dos Estados Unidos, Donald, Trump, "onde for possível", afirmou nesta segunda-feira (6), a chanceler Angela Merkel.
"Iremos tentar encontrar o máximo possível de posições conjuntas", afirmou Merkel, reiterando a importância da Aliança do Tratado do Atlântico Norte (Otan) e a necessidade da Alemanha de "fazer mais na área de defesa".
Maior economia da Europa, a Alemanha teve nos Estados Unidos o maior parceiro comercial em 2015, com as exportações superando significativamente as importações. Berlim se preocupa com a possibilidade de uma abordagem mais protecionista em Washington.
"Iremos ver, assunto por assunto, as áreas em que podemos cooperar e aquelas em que temos opiniões diferentes", ela afirmou sobre o governo Trump. "Mas é do interesse da Alemanha reforçar as posições conjuntas onde elas existe, da cooperação em inteligência à questões de defesa e, claro, no fato de que os EUA são o maior parceiro comercial da Alemanha". 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia