Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 06 de março de 2017. Atualizado às 11h50.

Jornal do Comércio

Vídeos JC

COMENTAR

Prefeitura de Porto Alegre


Marchezan vai credenciar apps para transporte dos servidores

Publicado em 06/02/2017 - 13h33min.

Depois de João Doria, prefeito de São Paulo, adotar aplicativos de transporte para servidores, o colega de PSDB e prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Júnior, deve ser o próximo. Marchezan revelou a intenção de usar os apps ao falar com a equipe do Jornal do Comércio, que fazia um teste sobre os preços dos apps. O Cabify foi o mais barato. O prefeito havia entrado no Paço Municipal, mas voltou para conversar com os jornalistas. Logo após assumir, ele cortou o aluguel de veículos, gasto de R$ 30 milhões ao ano. Em São Paulo, a conta era de R$ 120 milhões. Marchezan ainda não lançou o edital para credenciar aplicativos de táxis, inicialmente. O prefeito da Capital ainda contou por que, em plena campanha eleitoral em 2016, trocou o Easy pelo Uber. 
Esta seção tem o apoio do
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Simone 06/03/2017 11h08min
Esperamos que seja utilizado aplicativos de táxi que são legalizados, e não Uber e derivados que ainda estão operando de forma irregular na cidade.