Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017. Atualizado às 20h38.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Petróleo

Alterada em 24/02 às 20h40min

Petrobras fecha acordo com investidores para encerrar 4 ações nos EUA

A Petrobras detalhou os acordos em fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários

A Petrobras detalhou os acordos em fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários


PETROBRAS/DIVULGAÇÃO/JC
O conselho de administração da Petrobras aprovou, nesta sexta-feira (24), a celebração de acordos para encerrar quatro ações individuais propostas perante a Corte Federal de Nova Iorque. A empresa já havia celebrado acordos para encerrar outras 15 ações individuais propostas perante a Corte Federal.
Em fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a empresa detalha que os acordos foram firmados por New York City Employees Retirement System (e outros), Transamerica Income Shares, Inc. (e outros), Internationale Kapitalanlagegesellschaft mbH, Lord Abbett Investment Trust - Lord Abbett Short Duration Income Fund (e outros).
"Como resultado dos acordos alcançados e do estágio de negociações em andamento com outros autores de ações individuais, a companhia prevê, atualmente, que o valor total da provisão para o exercício de 2016 será de US$ 372 milhões, dos quais US$ 364 milhões já haviam sido provisionados em 30 de setembro de 2016", destaca.
Segundo a estatal, essas quatro ações individuais haviam sido consolidadas, para fins de julgamento, com outras vinte e três ações individuais e com a class action, movidas contra a companhia (e outros) perante a Corte Federal de Nova Iorque. "Com o anúncio de hoje, a Petrobras alcança acordo em 19 ações individuais, do total de 27, que foram consolidadas com a class Action", diz.
A Petrobras afirma ainda que, no momento, não é possível fazer estimativa confiável sobre o desfecho da class action.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia