Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017. Atualizado às 23h46.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado de Capitais

Notícia da edição impressa de 24/02/2017. Alterada em 23/02 às 23h41min

Dólar à vista atinge menor nível desde maio de 2015

O dólar engatou mais um dia de queda e fechou no menor nível desde maio de 2015 no mercado à vista nesta quinta-feira. Além de uma fragilidade global da moeda norte-americana, após a divulgação da ata do Federal Reserve (Fed, o Banco Central dos Estados Unidos) na tarde de quarta-feira, internamente os investidores seguem otimistas com as expectativas para a economia brasileira. O corte na Selic promovido na véspera pelo Copom e a possibilidade de mais afrouxamento colaboram para esse bom humor.
O dólar à vista no balcão fechou em queda de 0,55%, a
R$ 3,0531, na mínima do dia e o menor valor desde 21 de maio de 2015 (R$ 3,0387). O giro registrado na clearing de câmbio da BM&FBovespa foi de US$ 2,024 bilhões. No mercado futuro, o dólar para março fechou em baixa de 0,18%, a R$ 3,0630. O volume financeiro somou US$ 15,6 bilhões.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia