Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017. Atualizado às 09h46.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Previdência

13/02/2017 - 10h47min. Alterada em 13/02 às 10h49min

Lucro líquido ajustado da BB Seguridade cresce 6% no 4º trimestre

A BB Seguridade, holding que controla os negócios de seguros do Banco do Brasil, anunciou, nesta segunda-feira (13), lucro líquido contábil ajustado, que desconsidera efeitos extraordinários, de R$ 1,075 bilhão no quarto trimestre de 2016, 6% maior que a registrada um ano antes no mesmo período, de R$ 1,014 bilhão. Em relação aos três meses anteriores, o lucro foi 8,8% maior.
"O desempenho é justificado pelo crescimento de 13,2% do resultado operacional não decorrente de juros combinado, compensado pela queda de 7,1% do resultado financeiro combinado, ambos líquidos de efeitos tributários", destaca a BB Seguridade, em relatório que acompanha suas demonstrações financeiras.
A seguradora destaca ainda que o resultado dos últimos 12 meses foi impactado pelo enquadramento da sua corretora de seguros, a BB Corretora, no regime não cumulativo a partir de março de 2016, com aumento nas alíquotas de PIS/Pasep e Cofins sobre a receita bruta. Isso tornou, conforme a companhia, as bases não diretamente comparáveis.
No ano de 2016, o lucro líquido ajustado da BB Seguridade alcançou R$ 4,107 bilhões, montante 4,1% superior ao registrado em 2015, de R$ 3,945 bilhões. Com esse crescimento, o resultado ficou mais próximo do teto do guidance do exercício, de avanço de 4% a 8,0%.
"O resultado acumulado do ano teve sua base de comparação com 2015 impactada por elevações nas alíquotas de tributos incidentes sobre todas as controladas e coligadas da BB Seguridade", ressalta a companhia. Para este ano, a BB Seguridade divulgou meta mais conservadora. A companhia espera que seu lucro líquido ajustado cresça de 1% a 5% em relação a 2016.
A BB Seguridade encerrou dezembro com R$ 9,970 bilhões em ativos totais, elevação de 8,0% em um ano e de 10,9% na comparação com setembro. O patrimônio líquido da companhia foi a R$ 8,289 bilhões, incremento de 9,3% e queda de 7,7%, respectivamente e na mesma base de comparação. O retorno anualizado sobre o patrimônio líquido médio da companhia foi de 52,2% no quarto trimestre de 2016, queda de 1,9 ponto porcentual em 12 meses.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia