Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017. Atualizado às 16h43.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

conjuntura

Alterada em 10/02 às 17h46min

S&P reafirma rating do Brasil em BB e mantém perspectiva negativa

A agência de classificação de risco Standard & Poor's (S&P) reafirmou o rating soberano do Brasil e manteve a perspectiva negativa para a nota, o que sinaliza chance de rebaixamento nos próximos meses, de acordo com comunicado divulgado na tarde desta sexta-feira (10).
"A perspectiva negativa reflete nossa visão de que há pelo menos uma probabilidade em três de que possamos rebaixar o rating do Brasil mais para o final do ano", afirma o comunicando da S&P, destacando que a situação política do País permanece incerta e em risco, considerando o cenário de três anos de recessão econômica, aumento do desemprego, tensões sociais e a crise da dívida dos Estados.
A S&P ressalta no texto que as delações premiadas feitas na Operação Lava Jato podem afetar o ambiente político e complicar a implementação de políticas econômicas pela equipe do presidente Michel Temer. "Enquanto o governo Temer e o Congresso avançaram em algumas legislações para reforçar a trajetória fiscal, considerando a combinação do estágio inicial das medidas e o tamanho do ajuste necessário, esperamos por evidências adicionais do progresso em estabilizar a economia e reduzir a incerteza política."
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia