Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017. Atualizado às 15h38.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Petróleo

10/02/2017 - 15h56min. Alterada em 10/02 às 16h41min

Justiça Federal de Sergipe concede liminar que suspende venda da NTS pela Petrobras

A Justiça Federal de Sergipe concedeu liminar ao Sindicato dos Petroleiros de Sergipe e Alagoas (Sindipetro - SE/AL) suspendendo a venda da Nova Transportadora do Sudeste (NTS) pela Petrobras ao grupo canadense Brookfield. Se descumprirem a decisão, cada uma das empresas deve pagar multa equivalente ao valor da alienação, US$ 5,19 bilhões.
À Justiça, o sindicato argumentou que a Petrobras não observou as normas de licitação no processo de desinvestimento, o que teria gerado prejuízo à estatal. Alegou ainda que o negócio gera risco de dano irreparável, "pois se a alienação se consumar, talvez não possa vir a ser desfeita, em razão da indenização que a empresa poderia se ver obrigada a pagar ao terceiro de boa-fé que comprasse aquele bem".
O juiz, ao fundamentar sua decisão, concorda com os argumentos do sindicato e afirma que "a empresa não comprovou ter havido ampla publicidade da oferta daquele ativo para venda, o que certamente atrairia mais interessados e poderia determinar a elevação do preço".
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia