Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 09 de fevereiro de 2017. Atualizado às 21h48.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Contas Públicas

Notícia da edição impressa de 10/02/2017. Alterada em 09/02 às 22h48min

Acordo entre União e Rio de Janeiro é 'superior às pessoas', afirma Meirelles

Questionado sobre a determinação do TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Rio de Janeiro de cassar o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou nesta quinta-feira que o acordo entre União e Rio de Janeiro é "superior as pessoas". "Vamos esperar a decisão dos tribunais superiores em relação ao Rio de Janeiro, mas o Rio tem um governador em exercício e terá um governador no futuro", disse o ministro.
Meirelles afirmou que segunda-feira haverá uma reunião com o ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal, para avaliar o pedido de antecipação do acordo. "Se for antecipado, que seja integralmente, e não só no que diz respeito à possibilidade de buscar crédito, mas também todas as medidas de aumento de receita e diminuição de despesas para que o acordo possa funcionar e fechar as contas de 2017 e dos anos seguintes", disse.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia