Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 07 de fevereiro de 2017. Atualizado às 07h08.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 07/02 às 08h09min

Bolsas asiáticas fecham em leve baixa, diante de incertezas políticas na Europa

As bolsas asiáticas fecharam em leve baixa nesta terça-feira (7), influenciadas pelo mau humor visto ontem nos mercados acionários globais em meio a crescentes incertezas políticas na Europa.
Temores políticos voltaram a ganhar força na Europa após Marine Le Pen, líder da extrema-direita francesa, lançar sua candidatura à presidência no domingo. Le Pen defende que a França abandone o euro.
Além disso, as políticas do presidente dos EUA, Donald Trump, vêm gerando preocupações sobre o comércio global e investidores aguardam medidas mais concretas de incentivos fiscais da Casa Branca.
Na China, o índice Xangai Composto caiu 0,12%, a 3.153,09 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto ficou praticamente estável, com queda apenas marginal de 0,02%, a 1.927,17 pontos. Em Hong Kong, o Hang Seng recuou 0,07%, a 23.331,57 pontos.
Após o encerramento dos negócios nos mercados chineses, o PBoC (BC da China) divulgou que as reservas internacionais do país recuaram para menos de US$ 3 trilhões pela primeira vez em quase seis anos, sugerindo continuidade das saídas de capital. Em janeiro, as reservas diminuíram US$ 12,31 bilhões, a US$ 2,998 trilhões, atingindo o menor nível desde fevereiro de 2011.
Em outras partes da Ásia, o Nikkei cedeu 0,35% em Tóquio, a 18.910,78 pontos, enquanto o sul-coreano Kospi perdeu 0,12% em Seul, a 2.075,21 pontos, e o filipino PSEi registrou baixa de 0,44%, a 7.262,64 pontos. O Taiex foi exceção e terminou o dia em alta de 0,17% em Taiwan, a 9.554,56 pontos.
Na Oceania, a bolsa australiana fechou em tom levemente positivo, interrompendo uma sequência de três pregões consecutivos de perdas, graças à recuperação de mineradoras. O S&P/ASX 200 avançou 0,1% em Sydney, a 5.621,90 pontos.
Durante a madrugada, o Banco Central da Austrália (RBA) decidiu manter seu juro básico na mínima histórica de 1,5%, como previam analistas.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia