Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 07 de fevereiro de 2017. Atualizado às 07h08.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 07/02 às 08h08min

Bolsa de Tóquio cai, em meio a incertezas políticas na Europa

A Bolsa de Tóquio fechou em baixa moderada nesta terça-feira (7), à medida que crescentes incertezas políticas na Europa levaram investidores a evitar ativos considerados mais arriscados, como ações.
O índice Nikkei caiu 0,35%, encerrando o dia a 18.910,78 pontos, após subir 0,31% no pregão anterior.
Temores políticos voltaram a ganhar força na Europa após Marine Le Pen, líder da extrema-direita na França, lançar sua candidatura à presidência no domingo.
Além disso, as novas políticas do presidente dos EUA, Donald Trump, têm gerado preocupações sobre o comércio global. Há também algum ceticismo de que o republicano irá de fato adotar os incentivos fiscais que prometeu durante a campanha eleitoral.
Seguradoras foram destaque de baixa em Tóquio, diante de uma queda nos juros de bônus soberanos. Os papéis da Dai-ichi Life Holdings recuaram 1,5% e os da T&D Holdings cederam 2,4%.
Já a força do iene frente ao dólar durante parte da madrugada pressionou ações do setor automotivo, incluindo da montadora Toyota (-2,3%) e da fabricante de autopeças Denso (-2,4%).
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia