Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 06 de fevereiro de 2017. Atualizado às 21h38.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

indústria

Notícia da edição impressa de 07/02/2017. Alterada em 06/02 às 21h11min

Entidades reivindicam retomada de extração de areia no Guaíba

Anunciado ontem como novo coordenador do Comitê de Planejamento de Mineração do Estado (Comergs), Carlos Augusto Almeida tem como principal desafio dar andamento ao pleito do Sindicato da Indústria da Mineração de Brita, Areia e Saibro (Sindibrita) e da Associação Gaúcha dos Produtores de Brita, Areia e Saibro (Agabritas) de poder retomar a extração de areia no Guaíba, que está proibida. A volta da atividade foi reivindicada por empresários durante encontro mensal do Sindibrita e da Agabritas.
"Devemos finalizar, em 2017, o Plano Estadual de Mineração, que, entre os oito subcomitês, terá um específico para tratar de agregados à construção civil. Nos últimos anos, a Secretaria de Minas e Energia (comandada desde janeiro por Artur Lemos) esteve muito voltada à geração de energia. Com o plano, queremos valorizar a mineração", explica Almeida, diretor de inovação e fontes alternativas da secretaria.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia