Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017. Atualizado às 17h06.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Affonso Ritter

Observador

Notícia da edição impressa de 23/02/2017. Alterada em 23/02 às 17h07min

Queda da Selic I

Luiz Guimarães, interino
Desde que o Banco Central começou a reduzir a taxa de juros, já são dois pontos percentuais de recuo em quatro encontros consecutivos do Copom. A Selic a 12,25% ainda é uma das taxas mais altas do mundo, mas para a economia brasileira, acostumada com juros nas alturas, não deixa de ser um alento. Se os cortes prosseguirem e a inflação permanecer no centro da meta (4,5%) é possível que a retomada do crescimento se dê em velocidade maior do que a esperada.
Queda da Selic II
O que não pode acontecer são cortes artificiais, sem fundamentos técnicos, como ocorreu em passado recente. Se isso ocorrer, em breve o Copom terá de devolver à Selic mais do que os pontos que retirou. A manipulação política do juro, da inflação e dos preços administrados (como tarifas de energia, combustíveis etc) cobra uma taxa alta ali na frente. E quem paga é o consumidor.
Tramontina volta a se reinventar
Depois de entrar no mercado de eletroportáteis, há menos de dois anos, em parceria com australiana Breville, a Tramontina volta a diversificar seu mix de produtos. A empresa de Carlos Barbosa está lançando sua primeira linha de utilidades domésticas de plástico. A MixColor chega ao mercado para oferecer novos modelos de potes para armazenar alimentos, kits para sobremesa e saladeiras. Carro-chefe da Tramontina, a linha completa de utilidades domésticas responde por 75% do faturamento da empresa, somando mais de 10 mil itens. Todo o mix reúne mais de 18 mil produtos.
Pesquisa do Hospital Mãe de Deus
Uma pesquisa desenvolvida no Centro de Diagnóstico por Imagem do Hospital Mãe de Deus em conjunto com Hospital for Special Surgery de Nova Iorque, coordenada pelo doutor Marcelo Abreu, será apresentada no Congresso Europeu de Radiologia 2017, em Viena, na Áustria. Aprovado pela comissão organizadora do evento, o trabalho aborda a técnica de Neurografia por Difusão na Ressonância Magnética, utilizada para avaliar as alterações nos nervos da coluna.
Manaus equipa frota com Marcopolo
A Prima Comércio e Locadora de Veículos, um dos principais operadores de transporte de Manaus, Amazonas, acaba de adquirir 30 ônibus da Marcopolo. Os veículos, do modelo Torino, fazem parte do programa de renovação de frota e serão utilizados no transporte urbano da cidade.
Fruki expande fronteira
Desde o início do ano, a Fruki passou a atender o mercado de Santa Catarina. Até então, a empresa vinha atuando exclusivamente no Rio Grande do Sul com suas linhas de refrigerantes, suplementos energéticos e água mineral, onde é líder no segmento guaraná (Fruki Guaraná) e também no de água mineral (Água da Pedra). O ingresso no mercado catarinense é resultado do planejamento estratégico da empresa, que prevê o lançamento de novos produtos ainda em 2017.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia