Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 24 de janeiro de 2017. Atualizado às 14h44.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Câmara dos Deputados

Alterada em 24/01 às 15h47min

Kassab diz que candidatura de Maia esta se consolidando

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, que é presidente licenciado do PSD, disse que a decisão da desistência da candidatura de Rogério Rosso (PSD-DF) cabe ao parlamentar, mas reiterou o apoio da legenda ao atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM- RJ). Kassab destacou que a decisão da bancada foi tomada após um gesto de Rosso no início do ano em enviar mensagem aos correligionários liberando os votos para a eleição da presidência da Câmara, marcada para 2 de fevereiro.
"Ele mesmo (Rosso) entendia que para preservar a bancada (a sua candidatura) deveria haver um prazo, tanto que liberou a bancada", disse. "E agora a candidatura do Rodrigo Maia vem se consolidando", completou.
Kassab deu as declarações após participar de reunião do Conselho Consultivo do Ministério da Ciência e Tecnologia Inovação e Comunicações, no CNPq.
O presidente Michel Temer apareceu para almoçar no evento, após ser convidado pelo Ministro. A participação de Temer não constava na agenda oficial. O presidente, que ficou pouco mais de uma hora, veio em uma comitiva oficial, com a estrutura de batedores e ambulância, mas em veículo que não constava a placa do presidente.
Após questionamentos, a secretaria de Imprensa atualizou a agenda, no entanto, só depois que ele já havia deixado o local, sem falar com jornalistas.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia