Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 23 de janeiro de 2017. Atualizado às 14h37.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Operação Lava Jato

23/01/2017 - 15h40min. Alterada em 23/01 às 15h41min

Peru vai cancelar contrato de gasoduto com consórcio liderado pela Odebrecht

O ministro das Minas e Energias do Peru, Gonzalo Tamayo, afirmou que o governo do país cancelará um contrato com o consórcio liderado pela brasileira Odebrecht para construir um grande gasoduto para transporte de gás natural. A decisão é tomada após o consórcio Gasoduto Sul Peruano ter dito que não conseguiria cumprir o prazo estabelecido para esta segunda-feira (23) para que conclua um acordo de financiamento para o projeto.
Os bancos têm se recusado a conceder o empréstimo a menos que a Odebrecht - que está envolvida em escândalos de corrupção após ter admitido pagar propinas por contratos públicos em vários países da América Latina - decida vender sua participação de 55% no projeto. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia