Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 15 de janeiro de 2017. Atualizado às 21h31.

Jornal do Comércio

Política

CORRIGIR

Prefeitura de Porto Alegre

Notícia da edição impressa de 16/01/2017. Alterada em 15/01 às 22h32min

Fazenda diz que atrasos atingem mais de 2 mil fornecedores

Ação é realizada no local de atendimento de serviços da prefeitura

Ação é realizada no local de atendimento de serviços da prefeitura


Adriana Ferraz/PMPA/JC
Leticia Bay
A prefeitura de Porto Alegre estima em mais de 2 mil os fornecedores com pagamentos em atraso há mais de seis meses. A informação foi dada pelo secretário municipal da Fazenda, Leonardo Busatto. Na sexta-feira, a secretaria começou a mapear os atrasados com fornecedores e prestadores de serviços, cumprindo decreto que determina a suspensão dos pagamentos por 90 dias.
As empresas credoras estão comparecendo com suas faturas na travessa Mário Cinco Paus, s/nº, Centro Histórico. O prazo vai até dia 31, com atendimento entre 9h e 16h. "Todos os dias, recebo mais de um fornecedor reclamando dessas dívidas", citou Busatto. Para evitar o fluxo no gabinete, o secretário definiu pela iniciativa, mas previne que a quitação da conta estará condicionada ao caixa. "Tudo vai depender da nossa capacidade de pagamento deste ano, que é muito complicada", observa. "Temos que dar conta das despesas de 2017 e ainda temos de arcar com as contas do ano passado em aberto." 
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia