Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 03 de janeiro de 2017. Atualizado às 21h33.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Operação Lava Jato

Notícia da edição impressa de 04/01/2017. Alterada em 03/01 às 21h36min

Ex-tesoureiro do PT está preso 'unicamente por não ter dinheiro', reclama defesa

A defesa do ex-tesoureiro do PT Paulo Ferreira reclamou à 13ª Vara Federal de Curitiba que o petista está preso "unicamente por não ter dinheiro" para pagar a fiança de R$ 1 milhão. A 13ª Vara está sob o comando da juíza federal Gabriela Hardt, que substitui o juiz federal Sérgio Moro, em férias.
Em 16 de dezembro, Moro mandou soltar Paulo Ferreira, custodiado preventivamente pela Operação Abismo - 31º desdobramento da Lava Jato, que investiga propinas em obras do Centro de Pesquisas e Desenvolvimento da Petrobras (Cenpes) -, mas impôs fiança e outras cinco medidas cautelares, como entrega de passaporte e proibição de deixar o País.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia