Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 15 de janeiro de 2017. Atualizado às 21h31.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Palavra do Leitor

Notícia da edição impressa de 16/01/2017. Alterada em 15/01 às 18h56min

Alagamentos

A "piscina" que se forma na rua Dezoito de Novembro, em Porto Alegre, é responsabilidade do DEP ou do Dmae? Diante de muitas outras falhas de gestão, o governo municipal que saiu deixou marcas visíveis - além das ocultas - de incompetência e irresponsabilidade. Não corrigiu o problema da grande quantidade de água, que acarreta prejuízos tanto ao erário quanto à população, pois o bom asfalto que existia na dita rua "já era", além de criar buracos, armadilha para quem por ali circula, causando danos aos seus veículos. (Claudio Luiz de Almeida, despachante documentalista imobiliário)
Meio ambiente
Ao caminhar pelo bairro Santo Antônio, surpreendi-me com a devastação de um bosque na rua Martim Afonso, com a derrubada de 379 espécies de vegetais, com a autorização da Secretaria do Meio Ambiente (Smam). Como medidas compensatórias, a Smam receberá, em pecúnia, o valor proporcional às arvores derrubadas! O empreendimento está sendo construído em local que, por lei, é proibido: topo de morro e mata nativa! A população de Porto Alegre vem perdendo, a cada dia, imensas extensões de áreas verdes, em troca de verticalização crescente, tendo suas matas nativas enterradas pelo cimento e com perda de qualidade de vida! (Elisabeth Karam Guimaraes, Porto Alegre)
Aeroporto
Em relação à matéria Incertezas podem afastar os interessados no aeroporto Salgado Filho (Jornal do Comércio, 12/01/2017), de acordo com trabalho já levantado pelo Comitê Pró-Aeroporto Internacional 20 de Setembro, a futura área destinada ao aeroporto possui 102 escrituras em nome de 72 proprietários, ou seja não tem nenhum grande proprietário na área, todos muito antigos. Quanto os problemas de caixa federais, estima-se que o futuro aeroporto será totalmente privado, desde o seu início, ou seja, sem recursos públicos, fora a licitação, que será oferecida pelo governo federal. Sou membro do comitê. (Marco Muller, Portão/RS)
Adroaldo Streck
Nós, comunicadores, assim como o povo gaúcho e da região Sul do Brasil, sentimos a dor da perda de Adroaldo Streck, notável cidadão da mídia, que acumulava experiências extraordinárias do tempo em que o rádio era o porta-voz único dos fatos mais significativos ocorridos no País e no exterior. Na Rádio Guaíba, ouvia-se chamadas com o nome Adroaldo Streck várias vezes por dia, já que era um polivalente da produção radiofônica, marcando presença em quase toda a programação das emissoras onde labutou. Que Deus o contemple com a colheita abundante de tudo quanto plantou nesta passagem planetária. E que seus exemplos de cidadania, retidão e competência profissional sejam seguidos pelos que ainda acreditam que ser íntegro é a única maneira de ser feliz e viver em paz com a própria consciência. (Lino Tavares, jornalista)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia