Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 31 de janeiro de 2017. Atualizado às 13h05.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

ESTADOS UNIDOS

31/01/2017 - 14h01min. Alterada em 31/01 às 14h09min

Trump promete cortar preços e regulações do setor farmacêutico

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse há pouco, em reunião com líderes do setor farmacêutico, que os impostos sobre os medicamentos tem sido "astronômicos" e prometeu baixar os preços dos remédios e cortar regulações do setor farmacêutico.
O republicano declarou que os países estrangeiros devem pagar sua parte em relação aos custos de pesquisa e desenvolvimento do setor e que outras nações "tiram vantagem" dos EUA.
"A competitividade é fundamental para ajudar o setor farmacêutico. Muitas empresas saíram do país, não se fazem mais remédios nos EUA", disse.
O republicano também declarou que deve anunciar seu escolhido para comandar o Departamento de Administração de Drogas e Alimentos (FDA, na sigla em inglês) e que a "aprovação de remédios não vai mais levar 15 anos" para ocorrer.
Trump também sugeriu que países como a China e o Japão manipulam os mercados de câmbio e disse que "tiram vantagem" dos EUA com a desvalorização. "A China desvaloriza a moeda da maneira que quer", disse.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia