Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 07 de janeiro de 2017. Atualizado às 11h21.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Síria

Alterada em 07/01 às 12h25min

Explosão de carro-bomba mata 43 pessoas em mercado lotado em cidade Síria

Ao menos 43 pessoas morreram com a explosão de um carro-bomba em um mercado lotado na cidade de Azaz, na província de Alepo, na Síria, próximo da fronteira com a Turquia. A explosão destruiu o mercado e atingiu ainda um prédio do governo. Nenhum grupo reivindicou a responsabilidade pelo ataque. Segundo o Observatório Sírio para Direitos Humanos, entre os mortos estão seis opositores.
Outros grupos de ativistas, inclusive o centro de imprensa de Azaz, informam 50 mortos. As buscas por feridos continuam e muitos corpos seguem sem identificação, em função da força da explosão. Imagens divulgadas na internet mostram uma extensa fumaça preta sobre os destroços do mercado e sons de tiros ao fundo.
Muitos rebeldes e civis que saíram de Alepo, durante a ofensiva do governo no ano passado, ficaram em Azaz. Ao oeste da cidade, as forças curdas da Síria têm o controle de uma faixa de terra e tentam frequentemente avançar para a cidade, causando confrontos com tropas turcas e aliados. Já ao leste, opositores lutam contra os extremistas do Estado Islâmico, ganhando território e avançando. Fonte: Dow Jones Newswires
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia