Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 03 de janeiro de 2017. Atualizado às 14h19.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

ESTADOS UNIDOS

03/01/2017 - 15h16min. Alterada em 03/01 às 15h21min

Trump critica GM por importar modelo Cruze do México para os EUA

O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, criticou nesta terça-feira a General Motors e afirmou que ela deveria ser taxada por algumas versões do modelo Cruze que são importadas do México para o país.
A empresa usa a fábrica de Lordstown, em Ohio, para montar a maior parte dos veículos deste modelo que vende em território norte-americano. Outros versões, incluindo um modelo hatchback, são importados da fábrica de Ramos Arizpe, do outro lado da fronteira.
Em um tuíte publicado nesta manhã, Trump escreveu: "A GM está enviando modelos do Cruze montados no México para revendedores norte-americanos sem pagar impostos. Monte-os nos EUA ou pague as taxas!"
Em um comunicado, a GM afirmou que monta apenas a versão hatchback do Cruze "para os mercados globais no México, e uma pequena parte deles é vendido nos EUA".
A executiva-chefe da GM, Mary Barra, é membro do time econômico de Trump, e deve se encontrar frequentemente com o presidente eleito assim que ele assumir a Casa Branca. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia