Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 02 de janeiro de 2017. Atualizado às 12h03.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

terrorismo

Alterada em 02/01 às 13h04min

Sírio é preso na Alemanha sob suspeita de tramar atentado terrorista

Um homem de nacionalidade síria foi detido nesta segunda-feira na Alemanha, sob a suspeita de pedir 180 mil euros ao grupo extremista Estado Islâmico para comprar veículos que seriam usados para um ou vários atentados terroristas.
Segundo as autoridades locais, o homem de 38 anos, que chegou ao país em 2014 pedindo asilo, foi preso no sábado em Saarbruecken, perto da fronteira com a França. Ele foi acusado de recolher dinheiro que seria usado no plano.
Promotores o acusaram de contactar alguém na Síria "que sabia estar em posição de pedir dinheiro ao EI para financiar o terrorismo".
Em um comunicado em separado, a polícia afirmou que o suspeito buscou o Estado Islâmico para preparar um cenário que contaria com a ajuda de veículos preparados na Alemanha, França, Bélgica e Holanda".
No interrogatório, o homem admitiu ter contato com o EI, mas negou ter "intenções terroristas", disse. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia