Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 24 de janeiro de 2017. Atualizado às 14h28.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Saúde

Alterada em 24/01 às 15h30min

Mais de 3,5 mil pessoas foram imunizadas contra febre amarela na Capital

Mesmo com o forte aumento da procura pela vacinação contra a febre amarela, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio do Núcleo de Imunizações da Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde (CGVS), está conseguindo manter a reposição das doses solicitadas. Mais de 100 salas de vacina estão abertas na rede municipal para imunizar a população, de acordo com o esquema vacinal.
Em janeiro, 3.685 doses da vacina contra febre amarela foram aplicadas na rede municipal de saúde, conforme os registros no Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI). Em todo o mês de janeiro de 2016, foram administradas 899 doses de vacina contra a febre amarela. Os números deste ano são parciais.
A coordenadora do Núcleo de Imunizações da CGVS, a enfermeira Raquel Cristine Barcella, destaca que para o mês de fevereiro foi solicitado um quantitativo 50% superior ao habitual de doses para o Centro Estadual de Vigilância em Saúde da Secretaria Estadual de Saúde (CEVS/SES). Raquel explica que a destinação depende da SES, a partir do recebimento do imunobiológico destinado pelo Ministério da Saúde. Até o momento, não há registro de problemas no abastecimento da vacina contra a febre amarela no país. Ela ainda ressalta a importância da apresentação da caderneta de vacinação para avaliação do esquema vacinal de cada pessoa.
Em 11 de janeiro, o CEVS/SES emitiu Alerta Epidemiológico sobre a febre amarela. Entre as recomendações do documento, está a atualização da situação vacinal da população sem vacina ou com o esquema incompleto, além de vacinação de viajantes para áreas de recomendação de vacinação e/ou circulação do vírus amarílico conforme indicação do Ministério da Saúde. Esta vacinação deve ser realizada no período não inferior a 10 dias da sua viagem.
Desde 2010, a Capital é área com recomendação da vacina. Durante todo o ano de 2016, foram aplicadas 36.024 doses da vacina na população de Porto Alegre. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia