Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 16 de janeiro de 2017. Atualizado às 19h28.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Emprego

Alterada em 16/01 às 20h28min

Retomada dos empregos pode demorar, diz Temer em entrevista à Reuters

O presidente Michel Temer afirmou em entrevista à Reuters que a retomada dos empregos pode demorar, dada a ociosidade das empresas, que precisa ser ocupada para que as contratações voltem a ser feitas.
"Nós temos que nos ater muito à questão do desemprego, essa é a principal preocupação, e isto significa o crescimento da economia", afirmou o presidente durante a entrevista, dada no Palácio do Planalto.
O presidente projetou a retomada do crescimento econômico no segundo semestre. Ponderou, porém, que a reação do mercado de trabalho não deve se dar no mesmo ritmo.
"Acho que este ano o País cresce a partir do segundo semestre", disse. "Mas não vamos também nos iludir que logo agora vamos ter a solução para todos os problemas, por uma razão muito singela: muitas empresas demitiram, mas muitas mantiveram sua capacidade ociosa", comentou Temer.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia