Porto Alegre, quarta-feira, 18 de janeiro de 2017. Atualizado às 18h59.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

Caminhada abre o Fórum Social das Resistências em Porto Alegre

"Povos e movimentos em resistência", dizia uma das faixas seguradas pelos participantes da marcha que abriu nesta terça-feira o Fórum Social Temático de 2017, resumindo o tema deste ano do evento - resistência diante principalmente das reformas previdenciária e trabalhista almejadas pelo presidente Michel Temer (PMDB). Na ocasião, ativistas de movimentos feministas, indígenas, igualdade racial, centrais sindicais e estudantes partiram do largo Glênio Peres até o largo Zumbi dos Palmares. Os manifestantes caminharam - entoando cantos e segurando cartazes - pela avenida Borges de Medeiros, atrás de uma bateria de escola de samba e um carro de som no qual lideranças de várias organizações se revezavam fazendo discursos. O presidente gaúcho da Central Única de Trabalhadores (CUT), Claudir Nespolo, disse também que o conselho internacional do Fórum Social Mundial vai discutir, nesta semana, sobre a possibilidade de a próxima edição internacional do evento – em 2018 – voltar a Porto Alegre.
 

FOTO PEDRO BRAGA/JC