Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 31 de janeiro de 2017. Atualizado às 09h25.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

Taxas futuras de juros rondam os ajustes da véspera

Os juros futuros rondam os ajustes da véspera, em meio à cautela em Brasília sobre as delações da Odebrecht e à espera de eventos importantes previstos para a quarta-feira, como a decisão de política monetária do Federal Reserve (o banco central dos EUA) e a retomada dos trabalhos no Congresso e no Judiciário. Por volta das 9h50min, o contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) com vencimento em janeiro de 2018 apontava 10,935%, ante 10,940% no ajuste da véspera.

O DI para janeiro de 2019 tinha taxa de 10,41%, ante 10,42%. Na ponta mais longa, o contrato com vencimento em janeiro de 2021 projetava 10,68%, de 10,70% no ajuste anterior.

Na última hora, o IBGE informou que a taxa de desocupação no Brasil ficou em 12% no trimestre encerrado em dezembro de 2016, de acordo com dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua). A taxa de desemprego é a maior da série histórica (2012) e ficou dentro das expectativas dos analistas ouvidos pelo Projeções Broadcast, que estimavam uma taxa de desemprego entre 11,60% e 12,10%, mas acima da mediana, de 11,90%.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia