Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 30 de janeiro de 2017. Atualizado às 15h45.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Indústria

Notícia da edição impressa de 30/01/2017. Alterada em 29/01 às 22h37min

Matrizes socorrem montadoras no Brasil com US$ 12 bilhões em 2016

Empresas utilizaram os recursos no desenvolvimento de novos veículos e ampliação de projetos no País

Empresas utilizaram os recursos no desenvolvimento de novos veículos e ampliação de projetos no País


TOYOTA/DIVULGAÇÃO/JC
No ano em que a produção de veículos no Brasil retrocedeu aos níveis de 2004 e as vendas foram as menores em uma década, a indústria local recebeu
US$ 6,5 bilhões em injeção de capital de suas matrizes, o maior valor desde 2010, segundo dados disponíveis no Banco Central (BC). Somando ao que entrou no País via empréstimos intercompanhias, a ajuda total ao setor foi de US$ 11,8 bilhões.
Do lado oposto, a remessa de lucro das montadoras do País para as sedes globais totalizou US$ 86 milhões, montante que só perde para o de 14 anos atrás, quando foi de US$ 66 milhões. Em períodos de bonança, como em 2008, ano de grave crise nos Estados Unidos, e em 2011, as fabricantes locais mandaram mais de US$ 5 bilhões às matrizes.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia