Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 24 de janeiro de 2017. Atualizado às 21h33.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

conjuntura

Notícia da edição impressa de 25/01/2017. Alterada em 24/01 às 20h57min

Déficit do setor externo é o menor desde 2007

Gastos dos brasileiros no exterior somaram US$ 1,392 bi em dezembro

Gastos dos brasileiros no exterior somaram US$ 1,392 bi em dezembro


Antonio Cruz/ABR/JC
O Brasil encerrou 2016 com um déficit em conta-corrente de US$ 23,507 bilhões, informou ontem o Banco Central (BC). Este é o melhor resultado anual desde 2007, quando a conta-corrente do País ficou positiva em US$ 408 milhões. O déficit de transações correntes em 2016 representa 1,30% do Produto Interno Bruto (PIB).
Na opinião do chefe adjunto do Departamento Econômico do Banco Central, Fernando Rocha, o resultado mostra a magnitude do ajuste das contas externas do País nos últimos dois anos. Ele lembrou que o resultado foi o melhor desde 2007, quando houve um superávit no balanço de pagamentos.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia