Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 19 de janeiro de 2017. Atualizado às 07h49.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Affonso Ritter

Observador

Notícia da edição impressa de 19/01/2017. Alterada em 19/01 às 08h50min

A sobrevivência de Temer

O presidente Michel Temer só está sobrevivendo porque a gestão da área econômica, sob o comando do ministro Henrique Meirelles, é de "altíssima qualidade, tem pulso firme e, tanto quanto possível, consegue fazer frente às pressões das 'velhas raposas' que integram a área política do governo". A avaliação é do empresário gaúcho Paulo Vellinho, para quem, apesar da oposição de "inimigos na trincheira", as autoridades econômicas conseguem avançar em questões básicas como o estabelecimento do teto dos gastos públicos e a adoção de uma série de medidas pontuais, bem como a condução do Banco Central, do Bndes e da Petrobras.
Retomada do crescimento
O início do processo de redução da taxa básica de juros e a reorientação na política econômica deverão resultar na retomada do crescimento da economia ainda em 2017, segundo Paulo Vellinho. "Isto, claro, se as já referidas 'velhas raposas' não atrapalharem", ressalva o empresário.
Nova parceira Gboex
Os associados do Gboex têm agora condições especiais na contratação do Seguro Auto HDI, uma das novas parceiras da rede de convênios da entidade. Ela oferece coberturas diferenciadas para o automóvel, flexibilidade no parcelamento e vasta rede de bate-prontos em todo território nacional.
Patrocínios culturais
A Fröhlich de Ivoti inicia 2017 com dois novos patrocínios na área cultural, ambos de Dois Irmãos: o Projeto Equipar de qualificação e modernização do espaço cultural da antiga igreja matriz de São Miguel e a Banda Marcial do Colégio Imaculada Conceição, em atividade desde 1965. E renovou a parceira em sete outros. As ações são viabilizadas pelas leis de incentivo.
Música clássica Pelotas
Pelotas recebe, até dia 27 deste mês, de vários cantos do Brasil e 16 países, mais de 450 pessoas, entre artistas, professores, alunos e equipe técnica, para o 7º Festival Internacional Sesc de Música. Além das ruas, prédios públicos e históricos estão ocupados pela música de concerto. Algumas lojas inclusive ampliaram o atendimento.
O uso do celular no trânsito
O Código Nacional de Trânsito (CNT) completa, neste domingo, 19 anos de vigência, período em que houve 31 alterações, segundo o especialista no setor, o coronel da Brigada Militar Ordeli Gomes. Ele destaca as infrações no uso do celular, que, desde novembro do ano passado, são de duas categorias. A primeira continua a ser infração média (R$ 130,16 e quatro pontos na CNH), mesmo usando-o em viva voz. Já a segunda se aplica aos casos em que o motorista segurar ou manusear o dispositivo, infração considerada gravíssima (R$ 293,47), com sete pontos na carteira. Mas uma infração ainda bastante praticada é o uso do celular com o veículo parado em semáforo. Não pode. Se quiser telefonar, cai fora da pista.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia