Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 17 de janeiro de 2017. Atualizado às 09h28.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

Petróleo sobe, após comentários de ministro saudita e favorecido por dólar fraco

Os futuros de petróleo operam em alta, após comentários positivos sobre oferta e demanda do ministro de petróleo da Arábia Saudita, Khalid al-Falih, e também favorecido pelo enfraquecimento do dólar.

Às 10h17min (de Brasília), o petróleo tipo Brent para entrega em março subia 1,09% na IntercontinentalExchange (ICE), a US$ 56,47 por barril, enquanto o WTI para fevereiro avançava 1,28% na New York Mercantile Exchange (Nymex), a US$ 53,04 por barril.

Ontem, Falih disse nos Emirados Árabes Unidos que o mercado vai se reequilibrar no fim do primeiro semestre, em parte como resultado do acordo da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) para reduzir sua produção a partir deste mês.

Já nesta terça-feira, na cidade suíça de Davos, Falih previu que vai demorar para que a produção norte-americana volte a se recuperar. "Os produtores de óleo de xisto dos EUA vão descobrir que precisarão de preços mais altos," disse o ministro.

Outro fator que ajuda a impulsionar o petróleo é o dólar, que se desvaloriza nos negócios da manhã. A fraqueza do dólar torna a commodity mais atraente para investidores que utilizam outras moedas.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia