Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 03 de janeiro de 2017. Atualizado às 16h44.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

Alterada em 03/01 às 17h46min

Ouro fecha em alta em Nova Iorque diante de movimento de correção

O contrato futuro de ouro fechou em alta na sessão desta terça-feira (3) em um movimento de correção devido às fortes perdas do metal no ano passado. Dados positivos da produção industrial na China, na Europa e nos EUA também podem ter ajudado o ouro a se firmar em alta hoje.
O ouro para fevereiro, negociado na Comex, a divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), fechou em alta de 0,89%, a US$ 1.162,00 por onça-troy.
Analistas atribuem parte da alta do ouro a um movimento de correção devido às fortes perdas do metal em 2016. A perspectiva de uma maior agilidade em aumentos nos juros dos EUA pelo Federal Reserve (Fed, o banco central americano) pressionou os preços do ouro, que chegaram a cair ao menor nível desde fevereiro.
Fortes ganhos em outros metais preciosos, como prata, platina e paládio, também podem ter ajudado o ouro, segundo Peter Hug, da Kitco Metals. Esses metais foram impulsionados por dados sólidos na produção industrial e nas vendas de automóveis. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia