Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 16 de janeiro de 2017. Atualizado às 21h43.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Affonso Ritter

Observador

Notícia da edição impressa de 17/01/2017. Alterada em 16/01 às 20h40min

Mutirões do Judiciário

A primeira iniciativa do ministro Alexandre de Moraes ao assumir sua função deveria ter sido promover um mutirão com o Poder Judiciário para tirar da cadeia quem está lá ilegalmente, na opinião da socióloga Julita Lemgruber, ex-diretora-geral do sistema prisional do Rio de Janeiro. Para começar, julgar 42% dos 650 mil presos provisórios, metade dos quais não ficaria preso e, mesmo condenados, receberia outro tipo de punição. E há os que já cumpriram a pena ou teriam direito à sua progressão para regimes semiaberto e aberto. Julita é contra construção e sobretudo o atual uso de presídios federais, que agravaram a crise prisional e espalharam pelo Brasil afora a organização das facções.
Liberação de 20 mil
Embora faça ressalvas ao ministro Gilmar Mendes, do STF, a socióloga Julita Lemgruber elogia-o na promoção dos mutirões quando presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Eles liberaram 20 mil presos no período de 2008 a 2010, porque cumpriam pena ilegalmente, por haverem concluído o prazo de detenção, ou sequer tinham sido julgados.
RGE Sul investe
A RGE Sul investiu R$ 1,4 milhão na construção de novo alimentador na Subestação Lajeado 2 e trocou 40 postes de madeira por concreto. São 2,5 Km de rede nova, reforma e modernização de outros trechos, via implantação de condutores mais robustos e de maior capacidade, beneficiando 13, 5 mil clientes.
Como usar o coração
O cardiologista Fernando Lucchese fala, às 8h de hoje, durante o café da manhã na Associação Comercial de Porto Alegre, sobre seu último livro, Como usar o Coração. É na abertura dos trabalhos de 2017 do Bom Dia Associado, no qual a entidade homenageia a Afisvec, Koch Advogados, J.P.Gollem e a Poweerself.
Argentina isenta IVA
Governo argentino isentou os turistas estrangeiros do pagamento do IVA, correspondente ao uso de serviços de hospedagem e café da manhã, quando este estiver incluído na hospedagem. A decisão vale a partir deste mês e resulta do Decreto nº 1.043/2016, regulamentado pelo Ministério do Turismo local.
Presidente mesóclise
Michel Temer é tratado por alguns como o presidente mesóclise, pelo frequente uso da colocação de pronomes no meio dos verbos nos futuros do presente e do pretérito. Já como presidente interino, durante sua visita ao Congresso no dia 24 de maio de 2016, para anunciar as primeiras medidas econômicas, ele decidiu entrar na brincadeira de vez. Assim: "Se perceber que houve equívoco na condução do governo, reverei essa posição, consertá-lo-ei", disse, seguido de uma risadinha. "Vocês gostaram do 'ei', né? Pois consertá-lo-ei." Quem abusava também da mesóclise era o ex-presidente Jânio Quadros. Mas famosa ficou mesmo foi uma ênclise usada erroneamente: "Fi-lo porque qui-lo".
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia