Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 18 de janeiro de 2017. Atualizado às 21h03.

Jornal do Comércio

JC Logística

COMENTAR | CORRIGIR

Transporte Ferroviário

Notícia da edição impressa de 19/01/2017. Alterada em 18/01 às 18h51min

São Paulo discute próximos 40 anos de ferrovias

Rumo, do grupo Cosan, monopoliza a Malha Paulista no transporte de cargas agrícolas

Rumo, do grupo Cosan, monopoliza a Malha Paulista no transporte de cargas agrícolas


RUMO AML/DIVULGAÇÃO/JC
Na tarde da próxima terça-feira, São Paulo debaterá, por quatro horas, como serão os próximos 40 anos de um dos seus mais importantes bens, o sistema ferroviário. Está em jogo a renovação ou não da concessão de 2 mil quilômetros do principal corredor ferroviário do estado, que liga o porto de Santos ao Centro-Oeste.
Antiga Ferroban, iniciada no século 19, agora chamada de Malha Paulista, as vias estão em poder da Rumo, do grupo Cosan (combustível e agrícola). Para críticos, o governo federal dará mais 30 anos de concessão para a empresa que monopoliza a via em cargas agrícolas e que abandonou 832 quilômetros, deixando regiões sem atendimento.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia