Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 29 de janeiro de 2017. Atualizado às 18h15.

Jornal do Comércio

Empresas & Negócios

COMENTAR | CORRIGIR

Opinião

Notícia da edição impressa de 30/01/2017. Alterada em 27/01 às 18h12min

Uma necessidade contemporânea

Paloma Cardoso
As redes sociais podem ser acessadas em horário de trabalho? Questionamento muito comum hoje em dia na rotina das empresas. A resposta para a pergunta depende das diretrizes do local de trabalho, porém, o bom senso pode evitar muitas dores de cabeça. Segundo dados da pesquisa realizada pela Google, cerca de 38% dos trabalhadores acessam sim as redes durante o expediente. O estudo também revelou que permitir que o funcionário use as novas ferramentas on-line é visto como um sinal de confiança da empresa.
O uso das ferramentas também é um artefato tecnológico que favorece e colabora para a atividade profissional. Para um trabalhador executar sua rotina profissional com produtividade é importante saber se o filho chegou bem na escola, por exemplo, se um parente doente melhorou, se uma pendência pessoal está sendo tratada e até mesmo uma pequena mensagem ou imagem pode ajudar para a elevação de seu estado emocional.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia