Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 15 de janeiro de 2017. Atualizado às 21h01.

Jornal do Comércio

Empresas & Negócios

COMENTAR | CORRIGIR

opinião

Notícia da edição impressa de 16/01/2017. Alterada em 15/01 às 21h40min

Planejamento tributário e compliance: caminhos para o sucesso empresarial

Cristiano Xavier
De janeiro a maio de 2016, foram criadas 851.083 novas empresas no Brasil. O número é 3,5% superior ao registrado nos cinco primeiros meses de 2015, quando o indicador Serasa Experian apurou 822.519 nascimentos. A explicação para o aumento de novas empresas nos primeiros cinco meses do ano deve-se ao surgimento de novos Microempreendedores Individuais (MEIs). Fato determinado, principalmente, pela perda de postos formais no mercado de trabalho por causa da recessão econômica.
No entanto a necessidade de gerar renda não forma um bom gestor. Nem mesmo conhecimento administrativo e empresarial garantem o sucesso do negócio. É necessário compreender a importância de um bom planejamento, inclusive o tributário. De acordo com o Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT), desde 1988 foram editadas mais de 5,5 milhões de normas tributárias, o equivalente a um livro de 11,2 milhões de páginas. As empresas dedicam cerca de 2.600 horas por ano à gestão de tributos. Só na área trabalhista são mais de 2.500 normas.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia