Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 09 de dezembro de 2016. Atualizado às 07h49.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

funcionalismo

07/12/2016 - 17h46min. Alterada em 07/12 às 19h55min

Prefeito de Porto Alegre anuncia pagamento do 13º saláiro dos servidores em três vezes

Fortunati falou em coletiva sobre pagamento do 13º salários dos servidores

Fortunati falou em coletiva sobre pagamento do 13º salários dos servidores


MARCO QUINTANA/JC
O prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, anunciou, em coletiva de imprensa nesta quarta-feira (7), que o pagamento do 13º salário dos servidores municipais será feito em três parcelas, com a primeira sendo paga a partir de maio do ano que vem.
A medida está prevista em projeto de lei que será encaminhado com urgência para a Câmara de Vereadores de Porto Alegre, dependendo de aprovação rápida do legislativo da Capital. Conforme o presidente da Câmara, o vereador Cassio Trogildo (PTB), o projeto pode ser analisado em regime de urgência, havendo um consenso da Casa em fazer isso. "Se a Casa entender que essa é a melhor alternativa, esse regime de urgência não terá nenhuma dificuldade na Câmara Legislativa", afirmou.
Conforme Fortunati, os servidores também poderão fazer um empréstimo junto à Caixa Econômica Federal - sem juros para o servidor - para obter o 13º, no mesmo modelo adotado pelo governo de José Fortunati. A operação deve custar cerca de R$ 15 milhões.
O prefeito havia confirmado, no último dia 2, que problemas financeiros que impediriam a prefeitura de pagar esses vencimentos em dia, afirmando que não há condições de pagar duas folhas de pagamento, que corresponderiam ao pagamento do mês e ao décimo terceiro.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Paulo Martins 08/12/2016 22h39min
Votei no Marchezan e já sinto vergonha.. Além de não conceder desconto no IPTU deixara famílias sem a ceia de Natal nvergonha