Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 06 de dezembro de 2016. Atualizado às 21h42.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

assembleia legislativa

Notícia da edição impressa de 07/12/2016. Alterada em 06/12 às 21h48min

Aprovado plantão pago a servidores do Judiciário

Durante a sessão plenária de ontem na Assembleia Legislativa, os parlamentares aprovaram - por 38 votos a cinco - a possibilidade de os servidores públicos do Judiciário receberem uma gratificação por trabalharem em plantões, em vez de uma folga. A matéria suscitou discussões sobre a participação da Justiça na superação da crise financeira do Estado. 
O deputado Vinicius Ribeiro (PDT) disse que votaria contra a matéria, porque "o Executivo não pode segurar a crise sozinho". Além disso, acusou o Judiciário de ter pouca transparência. "Para mim, é um poder apenas meio transparente. Vários benefícios concedidos aos membros do Judiciário não passam pelo debate nesta Casa, como por exemplo o vale-alimentação, o auxílio-moradia etc.", exemplificou Ribeiro. 
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia