Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 18 de dezembro de 2016. Atualizado às 21h15.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Venezuela

Notícia da edição impressa de 19/12/2016. Alterada em 18/12 às 22h11min

Governo amplia prazo para usar notas de 100 bolívares

Com a inflação mais alta do mundo, país tem sua moeda desvalorizada

Com a inflação mais alta do mundo, país tem sua moeda desvalorizada


GEORGE CASTELLANOS/AFP/JC
O governo da Venezuela prorrogou o prazo para utilização de notas de 100 bolívares até 2 de janeiro. As cédulas já deveriam ter saído de circulação, conforme anúncio feito há uma semana pelo presidente Nicolás Maduro, o que gerou uma onda de protestos no país.
Maduro disse que a decisão se deve à falta de notas para substituição. Segundo ele, três aviões que transportavam o dinheiro foram "vítimas de sabotagem".
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia