Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 14 de dezembro de 2016. Atualizado às 21h59.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Síria

Notícia da edição impressa de 15/12/2016. Alterada em 14/12 às 23h00min

Forças do governo retomam ataques a rebeldes em Aleppo

O Exército da Síria retomou ontem os bombardeios nas áreas ainda mantidas por rebeldes na cidade de Aleppo. Com isso, a população local viu se encerrar um curto - e raro - período de calmaria, após um acordo de retirada fechado no dia anterior, mas que já não era respeitado. Os combatentes de uma milícia iraniana aliada ao governo do presidente Bashar al-Assad fizeram recuar cinco ônibus que retiravam pessoas de bairros oposicionistas.
A retirada poderia ser um primeiro passo na implementação mais ampla do acordo de trégua fechado entre Turquia e Rússia. Com o avanço sobre Aleppo, o regime sírio pode voltar a ter total controle da cidade pela primeira vez desde 2012.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia