Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 11 de dezembro de 2016. Atualizado às 21h55.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Itália

Notícia da edição impressa de 12/12/2016. Alterada em 11/12 às 20h42min

Novo premiê promete trabalhar rápido para formar coalizão

O novo primeiro-ministro da Itália, escolhido ontem, prometeu ir direto ao trabalho para formar uma nova coalizão de governo, com a mesma maioria composta pelo Partido Democrata. Ministro das Relações Exteriores, Paolo Gentiloni foi escolhido pelo presidente Sergio Mattarella para substituir Matteo Renzi, que apresentou sua renúncia na quarta-feira passada, após fracassar em um referendo que havia convocado para alterar a Constituição.
"Estou ciente da urgência de dar para a Itália um governo com todos seus poderes, para reassegurar aos cidadãos e enfrentar com total comprometimento e determinação as prioridades sociais, econômicas e internacionais, começando com a reconstrução das áreas atingidas pelos terremotos", disse Gentiloni.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia