Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 07 de dezembro de 2016. Atualizado às 12h12.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

itália

Alterada em 07/12 às 13h13min

Renzi se reúne com presidente à tarde para entregar cargo de premiê da Itália

O primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, afirmou que se reunirá com o presidente Sergio Mattarella às 16h (de Brasília) para formalizar sua saída do posto. Com isso, Renzi abrirá caminho para uma rápida mudança de governo no país.
O Senado da Itália aprovou nesta quarta-feira o orçamento ido governo para 2017, após um voto de confiança sobre o tema. Com isso, ficou aberto o caminho para a saída de Renzi.
Após os italianos imporem uma dura derrota sobre Renzi em referendo neste domingo sobre mudanças constitucionais defendidas pelo governo, o premiê apresentou sua renúncia ao presidente italiano na segunda-feira. Mattarella, porém, pediu que Renzi seguisse no posto até a aprovação do orçamento do próximo ano.
"A lei orçamentária de 2017 foi aprovada pelo Senado. Ela é uma lei muito boa...esses têm sido 1.000 dias extraordinários, agradeço a todos", escreveu Renzi em sua conta no Facebook, ao anunciar que entregará a renúncia formal nesta quarta-feira.
Especialistas avaliam que deve haver uma rápida formação de um governo interino, que possa ajudar a garantir a estabilidade em meio ao risco de crise bancária no país.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia