Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 12 de dezembro de 2016. Atualizado às 21h39.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Segurança Pública

Notícia da edição impressa de 13/12/2016. Alterada em 12/12 às 22h39min

Com recusa de CPI, OAB debate alternativas para a área

Após tentativa frustrada de abertura de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a maneira como o orçamento da segurança pública está sendo gasto, a Ordem dos Advogados (OAB-RS) promoveu ontem o primeiro Encontro Gaúcho pela Segurança Pública: Construindo um Grande Pacto pela Paz no RS.
A questão da segurança foi pautada frequentemente pela OAB-RS em 2016, com a criação de uma comissão especial e a realização de uma audiência pública. Em outubro, sugeriu que a Assembleia Legislativa instaurasse uma CPI para investigar onde estavam sendo aplicadas as verbas. Os deputados, porém, optaram por criar uma segunda comissão especial.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia