Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 09 de dezembro de 2016. Atualizado às 17h25.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Futebol

Alterada em 09/12 às 18h26min

Apresentado na Chapecoense, Vagner Mancini promete time forte em 2017

A reconstrução da Chapecoense depois do desastre aéreo na última semana deu novo passo nesta sexta-feira. A diretoria apresentou a nova composição do departamento de futebol, com direito à chegada do novo técnico Vagner Mancini. O treinador afirmou estar honrado com a oportunidade e prometeu ter em mãos um time forte para a próxima temporada.
"Não tenho dúvidas de que vamos montar um time forte. Temos em mente que temos de ter equipe dentro de campo, mas importante ver gente capaz ao seu lado. A comunidade é forte e presente", afirmou. "O torcedor da Chapecoense não está restrito ao pessoal de Chapecó. Hoje, a marca Chape é mundial. A gente precisa entender que o nome é maior, a torcida é maior", disse.
O desafio de reerguer o moral do clube e da cidade depois do acidente aéreo motivou o treinador a aceitar a proposta. Mancini teve como último trabalho o Vitória, ainda neste ano, e fora o trabalho de remontar o plantel para 2017, tem como preocupação preparar o clube para a competição mais importante da sua história, a disputa da Copa Libertadores.
Junto com Mancini, a diretoria do clube catarinense apresentou outros profissionais do novo departamento de futebol. O diretor de futebol será João Carlos Maringá, o gerente será Nivaldo Constante, ex-goleiro do clube, e o novo preparador físico é Marquinhos. Na principal função da pasta estará o diretor executivo Rui Costa, que ocupou por quase quatro anos o mesmo cargo no Grêmio.
"O que nos une a todos é o sentimento de pertencimento a esse clube e a essa comunidade. é ela que deu a força para superar o insuperável. São essas pessoas que vão nos ajudar a reconstruir o futebol da Chape", afirmou Rui Costa, que deixou o clube gaúcho em maio deste ano e terá como função principal cuidar das contratações para 2017. A Chapecoense perdeu 19 jogadores no acidente aéreo na Colômbia.
Mancini afirmou que já começou a discutir com o novo dirigente quais serão os possíveis reforços para o time catarinense. "É desnecessário dizer o desafio numérico de compor um elenco inteiro. São competições extremamente importantes. E o que a gente já sabe, de forma transparente, com todos departamento de futebol, com o presidente, é que a gente precisa ter um processo ágil. E vai demandar análise do perfil e da filosofia do clube", afirmou.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia